Júpiter nos signos

Jupiter(Imagem: Júpiter e a Grande Mancha Vermelha, fotografados pela sonda Voyager 1| Nasa)

Júpiter é um planeta social e representa a expansão, a sabedoria, religiões e filosofias, longas viagens, a fé, a justiça, a sorte, filhos, fama e fortuna. Encontra seu domicílio nos signos de Sagitário e Peixes, e sua exaltação no signo de Câncer. Abaixo, confira as definições dos efeitos de Júpiter em cada signo:

Júpiter em Áries – O nativo de Júpiter em Áries se expande a medida que encontra desafios a superar. Quem tem esse posicionamento, em geral, levanta a bandeira do “just do it”. A ação rápida o ajuda a conseguir oportunidades rapidamente e posições de liderança podem favorecê-lo. Na via negativa, pode tornar-se excessivamente imprudente.

Júpiter em Touro – Aqui encontramos a habilidade para administrar recursos e lidar com assuntos financeiros ou que envolvam bens próprio. Muitas pessoas com Júpiter em Touro acumulam recursos consideráveis. A visão prática e a cautela são excelentes qualidades taurinas e podem favorecê-lo. Por conta dos excessos jupiterianos, é possível que haja ganho de peso, afinal, a boa comida e o conforto são um estilo de vida. Na via negativa, as extravagâncias podem causar problemas financeiros ou com credores.

Júpiter em Gêmeos – O nativo de Júpiter em Gêmeos se expande a medida que absorve informações variadas e comunica-se. Dizemos que Júpiter em Gêmeos está debilitado, porque ele opõe Sagitário e gera a predisposição de espalhar energias mentais sem focar em uma área específica, adquirindo conhecimentos superficiais. O nativo pode transformar sua fraqueza potencial em força, empenhando-se em uma única área em que possa se beneficiar de todos os vários dados armazenados em seu cérebro.

Júpiter em Câncer – Em Câncer, Júpiter encontra sua exaltação. Aqui o nativo se beneficia do acolhimento das pessoas, que podem ser bem receptivas e protetoras. Em geral, esse posicionamento indica um nascimento em “berço de ouro” – que não significa necessariamente a riqueza material, afinal, uma boa educação e estrutura familiar é um bem muito valioso. Sob tensão, Júpiter em Câncer pode falar dos excessos na alimentação  e sentimentalismo piegas.

Júpiter em Leão – Esse é um posicionamento que confere autoconfiança. O nativo se expande a medida que se firma como ser único para o mundo. Na via negativa, pode resultar em um ego inflado. Sugere generosidade, criatividade e poder de liderança. Há também a habilidade de motivar as outras pessoas. O posicionamento favorece as criações e a maternidade (que não deixa de ser uma criação). O gosto por luxo e etiquetas pode se tornar uma cara indulgência.

Júpiter em Virgem -Dizemos que Júpiter em Virgem está debilitado, porque Virgem opõe Peixes. Isso significa que, enquanto Júpiter sugere expansão, Virgem está focado nos detalhes e minucias.  O nativo de Júpiter em Virgem evolui e “expande” a medida que se sente útil e o trabalho pode se tornar a força impulsionadora em sua vida. Esse posicionamento pode sugerir boa saúde ou excesso de cuidados com ela.

Júpiter em Libra – O nativo de Júpiter em Libra sente-se afortunado quando em contato com outras pessoas. Amigável, solícito e cheio de habilidades sociais, ele encoraja e inspira os outros e em troca, pode beneficiar-se com parcerias de negócios ou mesmo românticas. Mesmo que fique longe do conflito, o nativo adotará uma postura que assegure a justiça e a imparcialidade e, às vezes, poderá colocar os outros e as necessidades deles em primeiro plano para manter a harmonia.

Júpiter em Escorpião – O nativo de Júpiter em Escorpião se beneficia quando em contato com os mistérios do mundo e dos seres humanos. Muitas pessoas com Júpiter em Escorpião acumulam recursos consideráveis através de heranças, parcerias ou lidando com bens dos outros. Na via negativa o nativo pode ser introspectivo, excessivamente desconfiado e ter problemas legais envolvendo heranças e quaisquer bens de terceiros.

Júpiter em Sagitário – Por conta da similaridade entre signo e planeta, dizemos que em Sagitário, Júpiter encontra seu domicílio. Alegre e entusiasta, o nativo de Júpiter em Sagitário se beneficia através de viagens, buscas filosóficas e da fé.  A busca existencial de conhecimento faz dele um eterno aprendiz, que não hesita em compartilhar com o outro o que aprendeu. É um posicionamento que indica generosidade. Na via negativa, pode pecar pelos excessos e ser dogmático.

Júpiter em Capricórnio – Júpiter em Capricórnio está debilitado. Enquanto Júpiter sugere expansão, Capricórnio pede limites. O posicionamento indica ganhos através da criação de oportunidades. O nativo pode ser cauteloso, mas também ambicioso, buscando expandir-se através da carreira ou do status; muitos prosperam na vida corporativa. A maioria das pessoas com esse posicionamento são conservadoras e tradicionais. Na via negativa, o nativo pode tornar-se mesquinho.

Júpiter em Aquário – O nativo de Júpiter em Aquário tem como filosofia a igualdade; valoriza as pessoas e grupos, brigando por seus direitos como se fossem direitos pessoais. Causas humanitárias o atraem; muitos nativos com esse posicionamento tornam-se ativistas e um instrumento para a mudança social. Na via negativa, podem tornar-se excessivamente rebeldes e teimosos, adotando conceitos revolucionários e causas impraticáveis.

Júpiter em Peixes – Peixes é um dos domicílios de Júpiter. Aqui encontramos a compaixão e o verdadeiro sentido da fé, mesmo que essa não esteja associada à religião.
Nativos com esse posicionamento são conhecidos por sua compaixão, sensibilidade e intuição e é através disso que encontram a “fortuna” jupiteriana. Na via negativa, o posicionamento pode levar ao fanatismo religioso.

Leia também:
Nova Lis – Escola de Astrologia

Observação: o texto acima é um conceito isolado; para ter definições completas e adequadas, deve-se fazer a análise total do Mapa Natal.

 

Esse post foi publicado em Júpiter e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Júpiter nos signos

  1. John disse:

    Tenho muita pena do meu Júpiter, ele tá em Virgem na Casa XII e confinado! Ele só rege minha casa 3… mas não tem oposição ou quadratura… Não sinto a influência dele em mim, mas gostaria que ele estivesse melhor posicionado :s

  2. Rafaela disse:

    Tenho Júpiter em Sagitário na casa 11 e me identifiquei bastante com a descrição ^^

  3. Didi disse:

    O que significa Júpiter em Virgem na Casa VII?

  4. Filipe disse:

    júpiter em escorpião na casa 11 ❤ por mim teria mais uns 3 planetas em escorpião! mas tenho que me contentar com júpiter e plutão mesmo…

  5. Carolina Fortes disse:

    Tenho Júpiter em Sagitário na casa II, mas ele está retrógrado. Isso é uma coisa ruim?

  6. raienny disse:

    aawn ❤ meu jupiter em peixes

  7. Nivea Salles disse:

    jupiter em gemeos… ja percebi muito dessas coisas em mim… acredito que o campo da diplomacia seria interessante… por isso quero tanto passar no concurso… percebi mais depois que li o que tá no site q vc indicou… gostei muito de saber isso… só queria saber o que jupiter retrogrado, no meu mapa natal pode trazer de diferente nesse caso…

  8. Vitor disse:

    Gostei! Tenho Júpiter em Áries na casa 10. 🙂

  9. Valdemar Freitas disse:

    Caracaaa! O meu Júpiter aquariano, na casa XI, simplesmente se ajusta à descrição acima. Por conta da associação da casa às Amizades, costumo fazer boas amizades até com pessoas de longe (Júpiter indica o de fora, o estrangeiro). Quando eu me envolvo com uma causa, sai de baixo! Sou um ativista entusiasta. E saio contagiando e encorajando a outros a militarem também em favor da causa. No tocante à religiosidade (um dos assuntos de Júpiter), eu tenho certa dificuldade em ser praticante das religiões onde há um conservadorismo demasiado. Sou de romper paradigmas. Já participei de grupos religiosos que, por me fazerem sentir manipulado, fez com que eu os abandonasse, Urano na minha casa IX também o explica. E o meu sol, Vênus e Mercúrio arianos na casa I em sextil com Júpiter em Aquário, propicia-me uma personalidade entusiasta, efusiva. Amei esse post..

  10. Carina disse:

    Júpiter na 2, em Leão, como devo encarar isso, sendo a 2 a casa dos valores?

  11. Nina disse:

    Tenho Júpiter em Virgem, gostei do post. Nunca tinha visto muita gente falando especificamente desse planeta e sempre foi um dos meus “preferidos”, talvez porque tinha pouca informação sobre ele (Vênus em áries, adora o que não pode ter hahaha). Me identifiquei com o meu Júpiter, trabalho é super importante pra mim, sou muito competente, adoro entregar tudo perfeitinho e fazer mais do que necessário, sou muito mais proativa do que meus “colegas” no trabalho, talvez por esse Júpiter minucioso que gosta de se sentir útil e do quase-stellium em áries (vênus-mercúrio-lua) que adora competir e ser o melhor em tudo hahaha 😀
    Além disso meu Júpiter é numa casa forte, o que me deixa feliz u.u

    Parabéns pelo blog, eu adoro!

    • Nina disse:

      Esqueci de dizer que todo mundo no pronto socorro me conhece pelo nome, ja fui lá até por picada de pulga que achei que era começo de alguma doença rara e sem cura :/ HAUSDHUASHUDAHUSDHASHUDAHUSDHUASHHSA

      • Angeline disse:

        Também tenho júpiter em virgem e já fui no pronto socorro por causa de coisas mínimas já sismei com varias doenças

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s